Do silêncio

Todos os sons do Mundo
Ecoam no silêncio,
Por isso procuramos evitá-lo
Confundindo-o
Com o amargor da solidão
E porque nele não existe
O barulho do outro,
Só existe a nossa voz
Que é a soma da voz do Mundo,
E isso nos assusta,
Pois no fundo
Não a conhecemos,
Parece ser de um estranho

Com quem nunca conversamos.

Anúncios

Olá! Obrigado pela visita.

%d blogueiros gostam disto: