Pensamentos e reflexões de Davi Roballo e outros autores

O caminho da felicidade

Scroll down to content

FELICIDA

Desde há muito, filósofos tem buscado entender, como também encontrar a fórmula da felicidade, mas infelizmente ainda não encontraram. A felicidade tornou-se a maior ambição de todo o ser humano, uma espécie de utopia, que nunca iremos alcançar em sua total plenitude, mas mesmo assim, caminhamos em busca dela, ou seja, a procura pela felicidade é o que nos mantém firmes e perseverantes ante as dificuldades da vida.

Há muito ouvi a estória de um homem que havia morrido e se convenceu ter acordado no paraíso. Surpreso com a beleza do lugar, com a fartura e com a inexistência do inverno e do verão, pensou consigo mesmo que havia chegado aos céus. Tudo estava ao seu alcance, não havia absolutamente nada para preocupá-lo, a felicidade era total. Embora tenha percebido que a maioria dos habitantes pareciam loucos, o homem estava convencido de estar na pátria dos anjos.

Passaram-se alguns meses e o homem estava enjoado de tanta felicidade, poispassou a sentir a ausência da decepção e da tristeza, o que só aumentava seu aborrecimento. Sentindo-se inútil por não ter nada para fazere não aguentando mais a situação incômoda procurou o responsável pelo local, porquanto ele queria fazer algo, queria ter ao menos uma preocupação. O responsável pelo lugar depois de ouvir atentamente o homem lhe disse que isso era impossível, porque estava fora das regras, ou seja, ali só haveria felicidade plena e os aborrecimentos advindos disso.

Passaram-se mais alguns meses e o homem à beira da loucura,mergulhado em sensações de angústia e desespero procurou o administrador para requisitar sua ida para o inferno, pois para ele seria melhor que a situação que ele estava vivendo naquele lugar em que a felicidade lhe torturava. O administrador novamente depois de ouvi-lo lhe respondeu que isso era impossível, pois o inferno era exatamente ali mesmo.

O homem impaciente ainda tentou argumentar de que ali era o paraíso, mas percebeu sua desgraça ao saber pelo administrador que no céu as pessoas continuam com suas dificuldades, com seus sonhos, com suas decepções e todas são alimentadas diariamente pela esperança e fragmentos de felicidade, pois a felicidade completa é tormento reservado apenas aos que merecem castigo.

A estória acima nos mostra que a felicidade e a infelicidade são uma dualidade que nos conduz pela vida, isto é, uma depende da outra. Tanto a felicidade quanto a infelicidade sempre foram momentâneas e voláteis, não permanecem por muito tempo em um determinado lugar, pois somos condicionados a viver de novidades.Gandhi um dia disse que “não existe caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho”, de fato, a felicidade está em nosso caminhar, está no dia a dia ao percorrermos o caminho da vida.Como em qualquer outro caminho, no caminho de nossa vida é inevitável enfrentar subidas, curvas e descidas, porquanto não existem somente retas planas.

Buscar a felicidade é encontrar meios de continuar vivo e de bem com a vida. Se encontrássemos a felicidade completa aborrecer-nos-íamos rapidamente, pois os sonhos e as coisas perdem determinado valor depois de conquistados. Se refletirmos perceberemos que os sonhos e as coisas não são o mais importante em nossa caminhada, mas o caminho percorrido até alcança-los, isto é, os motivos que encontramos para possuir uma razão para viver sem perceber claramente as ações do tempo.

A felicidade sempre foi fragmentada pelo fato de em nosso caminho não haver tempo para desfrutá-la por completo e além do mais, viver bem, é temperar a vida com um pouco de cada situação que ela oferece, pois só com a felicidade não cresceríamos da forma como as dificuldades e os problemas nos proporcionam crescer.

A busca pela felicidade não tem fim, pois sem isso a vida seria um caos, ou seja, ela perde seu sentido, assim como perdeu o homem que pensou ter chegado ao paraíso ao se deparar com a felicidade plena. Portanto, devemos parar de reclamar da vida, pois enquanto reclamamos a vida anda e quanto mais ela andar, mais atrás dela ficamos…

Davi Roballo

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: