Rebelde das letras

Para ser um verdadeiro poeta,
Deve-se antes de tudo:
Ler obras de serventia;
É preciso beber
Nas fontes do amor
E da rebeldia,
Pois só um rebelde
Amante da vida,
Pode liderar a rebelião
Das letras…

Creio não ser meu caso,
Pois a letra de meu verso
Sempre se desalinha,
Além do mais, 
Me sinto um borrador de papel,
Um torturador de escrivaninha…
Anúncios

Olá! Obrigado pela visita.

%d blogueiros gostam disto: